Léa - BBB 6

Biografia, vídeos, fotos, contatos e curiosidades sobre Léa, a motogirl do Big Brother Brasil 6 - BBB6


BIOGRAFIA ( antes da entrada na casa do BBB6 )

Aos 25 anos, a paulistana Léa já tem mais marcas e cicatrizes, tanto externas quanto internas, que muita gente de idade bem mais avançada. Órfã de mãe desde os 11 anos, ela brigou com o pai aos 15, e saiu de casa para viver uma aventura com um "roqueiro" mais velho, já com uma filha de outro casamento, com quem morou por três anos e meio. Apesar de todas as dificuldades, a jovem, que há dois anos presta serviços de motogirl, driblando carros pelo selvagem trânsito de São Paulo, não deixa de abrir seu fácil sorriso e diz que vai ganhar o prêmio de R$ 1 milhão. Após o fracasso em seu relacionamento com o "roqueiro", Léa voltou para seu antigo lar e já não encontrou mais o pai. Atualmente, ela mora sozinha, numa casa, dividindo o terreno com uma de suas três irmãs, que, segundo ela, mora "numa casa no quintal". Além da perda da mãe, a motogirl, que é a caçula da família, também perdeu um irmão.

Pouco antes de ser escolhida para o Big Brother Brasil 6, Léa vinha ficando com um rapaz. Ao saber que entraria para a casa, ela cobrou uma decisão de seu ficante: "Estava com esse cara há uns dois meses. Quando o cerco apertou, o coloquei contra a parede e cobrei uma decisão. Daí, ele disse que estávamos namorando", conta a motogirl, que promete ser fiel ao novo namorado: "Ele disse que ia me respeitar do lado de fora e eu prometi fazer o mesmo do lado de dentro. Minha intenção é não namorar ninguém, mas... Ah, deixa esse 'mas' para lá!", brinca.

Acostumada a trabalhar desde os 15 anos de idade, Léa já foi caixa de supermercado, de padaria e chegou até mesmo a usar salto alto, num período em que teve um emprego de "secretária júnior". Nessa época, a graninha sobrando aguçou o sonho que sempre teve de comprar uma moto. Pouco tempo após o financiamento de sua primeira moto, Léa se viu na fila dos desempregados. No momento em que as prestações se acumulavam, ela encontrou um amigo que trabalhava numa pizzaria. Lá arrumou seu primeiro emprego de motogirl. Raridade entre seus colegas de trabalho, num meio essencialmente masculino, Léa diz não sofrer preconceito: "As empresas até gostam, dão preferência para o meu serviço. Acho que pelo fato de ser mais limpinha, mais educada. Os motoqueiros são complicados, não fazem nada para melhorar, nem mesmo a barba. Entre meus colegas, também não sinto preconceito. Acho que uns noventa por cento elogiam. Os outros dez, algumas vezes, xingam e me mandam pilotar um fogão", diz.

Dona de um temperamento explosivo, Léa diz que é "boca dura", ou seja, costuma retrucar o que os outros falam e gosta de sempre expor sua opinião, mas espera controlar-se na casa e ouvir mais em vez de falar. Desinibida, a motogirl diz que posaria nua, "se a grana fosse boa", apesar de ter uma certa vergonha das marcas que tem no corpo, todas resultantes de tombos de moto: A gente vai ganhando essas 'tatuagens'. Para mim, que sou mulher, é meio ruim, mas isso faz parte", afirma Léa, que tem algumas cicatrizaes no ombro, no pulso, na barriga, no cotovelo e na perna, todas do lado direito.


FOTOS LÉA BIG BROTHER BRASIL 6 - BBB6






VÍDEOS DE LÉA - BIG BROTHER BRASIL 6 - BBB6

Léa contando ao TV fama sobre proposta para estrelar um Reality Show pornô:




CONTATOS LÉA BBB 6

Não foram encontrados contatos de Léa.


CURIOSIDADES

  • Fala alto
  • Fã de 'O Rappa' e Cássia Eller
  • Odeia buchada
  • Tem medo de ficar doente
  • Ao ser perguntada sobre uma mulher que considera bonita e uma que considera inteligente, deu a mesma resposta: Xuxa
  • Fez um filme pornô, se arrependeu, e luta na justiça para que o filme não seja comercializado
  • Depois do BBB Léa colocou silicone, fez hidrolipoaspiração nos flancos, correção nas orelhas e mudanças no formato da boca e nariz



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por contribuir com sua opinião para o Big Brother Blog ! O seu blog do BBB !